Maragojipe em Ação com neto do PT


Venha fazer parte e contribuir para, mais este veiculo de comunicação do nosso Município e toda região, com força, responsabilidade e transparência, assim como é o espirito do homem público e politico Neto do PT.

Loading...

quarta-feira, 23 de maio de 2012

Novas regras da poupança não retraem investimentos;

O  ministro da Fazenda, Guido Mantega, disse, nesta terça-feira (22), que os depósitos em poupança aumentaram depois da entrada em vigor das novas regras da poupança, anunciadas pelo governo federal no início de maio. Durante audiência pública na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado, Mantega informou que hoje, no Brasil,

há 100 milhões de poupanças com R$ 431 bilhões em saldos de depósitos. “Mesmo com as mudanças, a poupança continua sendo o melhor investimento para a população brasileira”, ressaltou o ministro.

Para analisar a admissibilidade da Medida Provisória 567, o Congresso criou uma comissão especial. O relator da matéria é o deputado Henrique Fontana (PT-RS), que pretende apresentar seu parecer na próxima terça-feira (29). O parlamentar acredita que não haverá demora ou dificuldade de aprovação da proposta, já que o mercado e os poupadores têm recebido com tranquilidade a informação sobre a nova regra. “A população não perdeu a confiança na poupança, que continua sendo a opção mais segura para os pequenos poupadores”, declarou.

Fontana explica que as alterações no cálculo de rendimento da poupança abrem caminho para a redução da taxa de juros, e que isso beneficia, especialmente, o pequeno poupador e a população de baixa renda, que hoje sofre muito com as altas taxas de juros do crediário e spreads bancários. Ele elogiou a medida e disse que a MP tramitará sem problemas já que não afeta antigos depósitos e garante os direitos dos poupadores. “O mais importante deste anúncio é a ação continuada do governo na chamada guerra pela redução dos juros, o q   ue representa um passo decisivo para ampliar crescimento e distribuir renda no país”, declarou o deputadFonte: portal do PT na Câmara  
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário